O final de Capitão América: Guerra Civil é “complicado”. Será mesmo?

movieweb.com
No início de abril, Joe e Anthony Russo, diretores de Capitão América: Guerra Civil, pediram que seus seguidores nas redes sociais enviassem perguntas, sem spoilers, sobre o filme. Elas foram respondidas ao vivo em uma transmissão via Facebook que você ainda pode assistir aqui. Alguém pediu que eles definissem o final do filme com apenas uma palavra. Joe refletiu um pouco e acabou respondendo que o final de Guerra Civil “é complicado”. Na primeira vez que assisti ao filme pensei que sim, era realmente complicado. No entanto, em uma segunda olhada em Guerra Civil tive minhas dúvidas e acho que a situação pode não estar tão difícil assim. Ou será que está? Vejamos.

Hoje sabemos que a Guerra Civil não é apenas uma divisão de grupos contra ou a favor do Tratado de Sokovia, documento assinado por mais de 100 países para colocar os Vingadores e outros humanos aprimorados sob o comando de um grupo especial da ONU. A entidade determinaria ONDE, QUANDO, e SE eles entrariam em ação. Há casos de pessoas que estão ali por motivos meramente pessoais. Outro detalhe importante: somente os Vingadores, aquela formação do final de Era de Ultron (menos o Clint Barton, Thor e Bruce Banner, claro), estavam na reunião onde o secretário Ross apresenta o documento.

Tratado, ou Acordo, de Sokovia (movieweb.com)

No #TeamIronMan, temos Tony Stark, que resolveu ficar do lado do acordo após ser abordado por uma mulher que teve o filho morto lá em Sokovia durante o ataque de Ultron, criação dele. A Viúva Negra acha que o Tratado é uma opção, propõe que eles conversem e escolhe assinar.  Visão, outra criação do Tony, afirma que o número de catástrofes aumentou proporcionalmente ao de pessoas super-poderosas e diz que supervisão pode ser uma coisa boa. James Rhodes, melhor amigo do Tony, é um militar acostumado a seguir protocolos e está de acordo com o governo. Ele acha que não assinar pode ser pior. Deste lado temos também T’Challa, o Pantera Negra, cujo país é um dos que assinou o Tratado após 11 pessoas morrerem por conta da falha de Wanda Maximoff (Feiticeira Escarlate) em Lagos, na Nigéria. Mas ele ENTRA mesmo no #TeamIronMan, ou se posiciona fisicamente entre eles, porque do outro lado está o homem que ele acredita ter matado seu pai. Pra finalizar a equipe do Stark, o Homem-Aranha. O adolescente Peter Parker foi convocado pelo Homem de Ferro e deixa claro que está ali em busca de um estágio remunerado. A missão do #TeamIronMan é capturar o #TeamCap em 36 horas.
Homem-Aranha: pronto pra impressionar o senhor Stark
O #TeamCap é composto basicamente por amigos e/ou admiradores de Steve Rogers. Destas seis pessoas, apenas o Capitão, Wanda e Sam Wilson (Falcão) estavam presentes na apresentação do Tratado e foram contra. Na verdade, essa equipe foi formada não para combater o #TeamIronMan. Bucky, que estava tentando levar uma vida normal na Romênia, vira alvo da polícia internacional ao ser acusado de um crime que não cometeu (o atentado que matou o rei T’Chaka, pai do Pantera Negra, no dia da assinatura do Tratado). Ele é preso (juntamente com Steve, Sam e T’Challa, depois daquela ótima cena de perseguição) e durante um falso interrogatório, Helmut Zemo ativa o modo “Soldado Invernal” nele e faz uma série de perguntas. Entre elas, onde fica o laboratório onde foi criado. Bucky conta a Steve e Sam que ele não era o único super-soldado do mal, havia mais cinco ou seis, e eles desconfiam que o plano do cara era “ligar” esses soldados e usá-los para algum crime. Bucky ressalta que eles se misturam facilmente entre as pessoas e são capazes de acabar com um pequeno país da noite pro dia sem ninguém saber o que aconteceu. Ou seja, criaturas perigosíssimas. Assim, o objetivo do #TeamCap é ir atrás dele e impedi-lo. Para isso, Sam recruta o Homem-Formiga (se você assistiu ao filme solo agora sabe o motivo) e Steve chama o Gavião Arqueiro, que havia anunciado sua aposentadoria - talvez a morte do Pietro Maximoff tenha sido a gota d’água pra ele. Sharon Carter, atualmente agente da CIA, fornece ajuda para localizar o Bucky, devolve as armas confiscadas e beija o mocinho. Ela não participa da luta, o papel dela é de logística. 

Deu ruim, miga. Deu bem ruim. 


O plano de Zemo


Esclarecidas as motivações, vamos ao final do filme. Zemo, que não é o barão dos quadrinhos, é mais uma vítima de Sokovia. O ex-combatente perdeu o pai, esposa e filho naquela confusão com o Ultron. Tomado pela dor, ele resolve destruir os Vingadores. Zemo sabe que não tem poderes para fazer isso, para encará-los de frente como um Loki, um Ultron (que falharam, inclusive). Então, ele bola um plano para que eles mesmos acabem um com o outro. Tudo que acontece no filme, todo o plano do vilão, caminha numa única direção: mostrar para Tony Stark que Bucky Barnes, o Soldado Invernal, matou seus pais em dezembro de 1991. Era essa a cereja no topo. Os outros se matariam ou seriam punidos no processo.

Presumo que se você está lendo isso já assistiu Capitão América: Guerra Civil. Quando essa revelação acontece, terminando na violenta luta entre Soldado Invernal, Capitão América e Homem de Ferro, o resto do #TeamCap estava num presídio de segurança pra lá de máxima. Rhodes, paraplégico depois de o Visão errar a mira e, ao invés de atingir o Falcão, pegar o Máquina de Combate em pleno voo. A Viúva Negra acaba ajudando Steve e Bucky a fugir na luta do aeroporto, torna-se um dos alvos do governo por isso, e desaparece. O Homem-Aranha foi dispensado depois da luta do aeroporto, Visão também. T’Challa continua atrás do Bucky e o segue até a Sibéria, onde presencia a revelação de Zemo.

A Balsa, prisão dos Vingadores (movieweb.com)
É importante destacar que lá pelas tantas, Tony descobre que todos eles estavam sendo manipulados pelo vilão. Ele vai até a Balsa, onde Wanda, Clint, Sam e Scott estão presos, diz que não sabia que eles acabariam naquela situação se fossem localizados pelo governo (pessoalmente, achei isso bem hipócrita ou ingênuo, ainda não me decidi) e, após prometer ao Falcão que ajudaria Steve, consegue a localização dele e os encontra lá no QG da Hidra na Sibéria. Estava tudo bem, até ele descobrir que Bucky matou seus pais.

Enquanto os três que eu citei lá em cima se matam, o Pantera Negra encontra Zemo, que conta sua história e está prestes a concluir o plano (cometendo suicídio), mas é impedido pelo novo rei de Wakanda, indo preso. No cárcere, diante do Martin Freeman (que foi lá fazer uma ponta), diz acreditar que seu plano de destruir os Vingadores deu certo por linhas tortas.


Homem de Ferro vs. Capitão América


Ninguém queria matar ninguém em Capitão América: Guerra Civil. Exceto  T’Challa, que queria matar Bucky por vingança, mas desistiu ao saber que ele não tinha nada à ver com isso. Ele poderia ter matado Zemo, mas não o fez para não entrar naquela espiral de sangue. T’Challa venceu o ódio. A luta no aeroporto era basicamente uma equipe tentando neutralizar a outra. Por isso a batalha final é tão dolorosa.

Tony vai pra cima do Soldado Invernal ao descobrir que ele matou seus pais. Questionado, Steve revela que sabia de tudo, mas não quis contar para preservá-lo. Stark não raciocina naquele momento. Ele é só dor, e acho isso bastante compreensível. Imagina o que estava passando na cabeça dele. Tony tem aquela dor de filho, de não ter tratado os pais como deveria e nem ter se despedido deles direito. Isso é viver um pesadelo pelo resto da vida. Ele é assombrado pelas próprias criações e as coisas que elas provocam, desde as armas aos “monstros”. A mulher que ele ama não suporta mais essa situação e vai embora. Nesse filme também descobrimos que ele sente inveja do Capitão América, de quem o pai falava tanto. Ao mesmo tempo, Tony é amigo de Steve, e é traído com a omissão daquela trágica verdade. E o mesmo amigo ainda está ali protegendo o responsável pela maior tragédia de sua vida. É uma explosão física e psicológica. 

Neste ponto, destaco o paralelo entre as reações do Pantera Negra e do Homem de Ferro, colocados diante dos homens que mataram seus pais. São duas histórias idênticas que caminham de formas diferentes. Vale lembrar que Bucky estava sob controle mental quando matou Howard (que até o reconhece, é horrível) e Maria Stark. Zemo, por sua vez, estava plenamente consciente e, por mais que tenha chegado a pedir desculpas ao T’Challa, matou outros tantos pais e mães de outras pessoas no atentado. São respostas diferentes, mas igualmente compreensíveis.

Atrás do escudo, Steve Rogers quer defender Bucky da fúria do Homem de Ferro e evitar que seus amigos matem uns aos outros. A relação entre Steve e Bucky é algo que quero abordar em outra oportunidade, mas ela é claramente mais profunda do que a dele com Stark. Além de tudo que a gente sabe, Bucky é para Steve o único elo com sua vida antiga. A única pessoa que sobreviveu. Perder Bucky é perder tudo. É ficar sozinho no meio de um monte de gente. Pra sempre.

E Bucky? Enquanto Zemo explodia tudo e botava a culpa nele, o rapaz estava lá fazendo a feira, montando um caderno de anotações para tentar colocar as ideias no lugar, tentando retomar a vida. Acho que quem viu Jessica Jones deve entender o que ele está passando agora que recobrou a consciência. Só que o rastro de sangue que deixou, comparado ao da detetive, tem vários quilômetros de distância. Da mesma forma que Jessica, ele se lembra de tudo que fez e de cada pessoa que matou. “Não acho que valho tudo isso”, diz pra Steve na aeronave, enquanto estão a caminho da Sibéria. Bucky se responsabiliza, à parte das circunstâncias em que os crimes foram cometidos.

Capitão América não matou o Homem de Ferro porque não quis (movieweb.com)
Na luta final, Bucky é o primeiro a sair de combate, após ter o braço mecânico arrancado pelo Homem de Ferro. Ele é mutilado pela segunda vez. Tony e Steve continuam brigando e parece que aquilo vai levar dias, como numa temporada de Dragon Ball Z, já que eles têm a mesma força. O Capitão América ainda é dotado uma resistência às pancadas que só pode ser comparada à do Rocky Balboa. Ele “pode aguentar isso o dia todo”. Nos últimos minutos, com o Soldado Invernal já caído, a coisa estava tão feia que parecia uma luta entre dois animais. Surpreendentemente (considerando que não tem poder de fogo), Capitão América consegue subjugar o Homem de Ferro e estava com tudo pronto pra cortar a cabeça dele, literalmente, quando pega o escudo e destrói o reator da armadura. Acabou. 

(Frank Castle rasgou a própria cara à unha vendo o final desse filme)
Acho que Stark diz. “Esse escudo não te pertence... você não é digno dele. Quem o fez foi meu pai”. Steve, carregando o Bucky com a força que lhe restava, não responde e larga o escudo no chão. Isso é muito forte, senhoras e senhores.

Aqui nós chegamos à fala do Joe Russo lá em cima. Que o final de Guerra Civil é complicado. Se o filme tivesse acabado aí, era um final complicadíssimo! Só que o filme continua.

Zemo não é da Hidra, não é de outra organização, não é nada. É um regular guy (movieweb)
Helmut Zemo está preso. Só pode ir ao banheiro duas vezes por dia e se encostar no vidro da caixa onde foi colocado, “zap”, leva um choque. Mas ele não parece totalmente insatisfeito. Corta para Tony Stark, acompanhado não do que restou do #TeamIronMan, mas do que realmente era o #TeamIronMan. Visão, em choque por descobrir a fraqueza, o erro e a emoção. Ele não é tão sintético quanto pensava, e Rhodes, testando um exoesqueleto que pode fazê-lo voltar a andar. O Máquina de Combate diz que participou de 180 e tantas missões, e sempre assumiu o risco de morrer ou se lascar de outro jeito. Visão e Rhodes são a culpa do Stark em carne, osso e matéria robótica. Só sobraram eles na mansão dos Vingadores. 

Quem diria que o Visão era o responsável por quase matar James Rhodes? (movieweb.com)
Chega uma carta de Steve Rogers para Tony. O herói pede desculpas, concluindo que não contou sobre a morte dos pais para poupar mais a si mesmo do que o milionário. Apesar de dizer que sempre foi solitário e que os Vingadores eram mais a família de Tony do que a dele, é do lado do Capitão América que eles escolhem ficar. Junto com a carta foi um celular antigão (ouvi dizer que não dá pra rastrear) que é como aquele recado da Lauren Bacall pro Humphrey Bogart em Uma Aventura na Martinica, “se precisar de mim, é só assoviar”, ou coisa assim.

Pra mim, na maioria dos aspectos o Capitão América venceu. Ele conseguiu praticamente tudo que queria. Salvou Bucky, provou que estava certo sobre o ataque terrorista, não assinou um documento com o qual não concordava, tem o apoio da maioria dos heróis (T’Challa abrigou o Bucky em Wakanda) e ainda estendeu a mão para fazer as pazes com Tony, o que pode ser interpretado como um sinal de humildade ou superioridade. O Capitão América sai perdendo na medida em que ele e o restante do #TeamCap está completamente na ilegalidade e queimados com a opinião pública. Eles têm só uns aos outros.

No entanto, lembra o que acontece depois que esta conclusão é apresentada? Surpreendentemente eu não lembrava. Tony Stark sorri. Ele recebe uma ligação do secretário Ross comunicando a fuga na Balsa e deixa o telefone na espera “só pra ver a luz piscando”. Steve invadiu a prisão e resgatou todos os parceiros, provando sua lealdade e reforçando a que eles já tinham para com ele.

Por que o Tony sorriu? Porque ele está satisfeito com o que aconteceu? Riu de nervoso? Colocou o telefone na espera pra pensar o que ia fazer? Será que ele tem um plano pra ir atrás deles? E se ele está do lado de Steve e dos outros Vingadores, o que vai acontecer se o grupo da ONU manda-lo recapturar os ilegais? O Tratado de Sokovia não foi anulado! E pra onde foi a Viúva Negra? Onde estão Nick Fury e Maria Hill? Será que os três estão juntos? É possível que eles deem auxílio ao #TeamCap por meio da SHIELD? Zemo não morreu e isso altera toda a perspectiva. Seu plano para destruir os Vingadores prova que ele é um cara que não tem pressa. Do mesmo jeito que ele entrou na prisão, pode sair.

Concluo que o final de Guerra Civil é complicado por causa dessas outras interrogações todas. Mas, na minha interpretação, em relação ao Tony Stark, o aperto de mão do Capitão América não foi deixado no vácuo. O que já é uma grande coisa.

5 comentários:

  1. Eu tava comentando sobre o filme, uma prima perguntou quem que ganhou, o time do capitão ou o time do homem de ferro, eu pensei o que responderia e falei que todos perderam. Depois que terminou a sessão a única coisa que eu pensava, era "e agora?" e depois de ler esse texto, ótimo por sinal, eu tenho certeza que foi MUITO complicado MESMO, não esqueço jamais o Rhodes tentado se adaptar à prótese e da Wanda amarrada na cela :(

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Ótimo texto, mas eu tenho uma dúvida... como o Capitão sabia que o Soldado Invernal tinha matado o Howard? Essa informação não era tipo, suuuuper secreta e estava em posse da Hydra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela pergunta, Brenda. Steve descobre isso no filme do Soldado Invernal, quando ele e a Natasha entram na sala com o "cérebro" do Zola e ele passa várias imagens nas telas dos computadores, apontando o Bucky como responsável por assassinatos. Entre eles, um recorte sobre as mortes dos Stark.

      Excluir

Não precisa nem dizer que comentários ofensivos, agressivos, racistas, homofóbicos, spammers, enfim, qualquer conteúdo escroto, será excluído daqui, não é? Então, comporte-se.

ALERTA: os comentários aqui postados não refletem a opinião do blog e são de inteira responsabilidade dos autores dos comentários.

Tecnologia do Blogger.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...